O IMC E HMC APOIAM A PREVENÇÃO DO CÂNCER DE PRÓSTATA. E VOCÊ?

O IMC E HMC APOIAM A PREVENÇÃO DO CÂNCER DE PRÓSTATA. E VOCÊ?

Neste mês vamos nos unir e apoiar os homens na Campanha Novembro Azul

O câncer de próstata é o tipo mais frequente no homem, representando quase 30% dos casos de câncer no sexo masculino, quando excluímos os cânceres de pele não melanoma. Segundo dados do INCA, Instituto Nacional do Câncer, um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata, prevenir é a melhor opção, mas ainda existe um preconceito muito grande que impede os homens de realizarem os exames preventivos da doença.

O toque retal ou exame de toque, como é popularmente conhecido, é um procedimento rápido, que dura em média 10 segundos, indolor e não traz riscos à saúde. Esse exame é considerado primordial para o diagnóstico precoce do câncer de próstata. Especialistas afirmam que o exame de sangue (Antígeno Prostático Específico – PSA) é complementar e não substitui o toque retal. Segundo estatísticas, o resultado baixo de PSA não garante que o paciente não tenha o câncer, pelo contrário, pesquisas apontam que os tipos mais graves de câncer de próstata produzem menos PSA, ou seja, realizar somente o exame de sangue pode gerar a falsa impressão de não ter a doença e dessa forma adiar o diagnóstico.

O Instituto de Moléstias Cardiovasculares e o Hospital do Coração de São José do Rio Preto apoiam a Campanha Novembro Azul, para além de conscientizar os homens da prevenção e da importância do diagnóstico precoce, quebrar o tabu que cerca o assunto sobre os cuidados com a saúde do homem e mostrar que com apoio eles podem se prevenir e, se for o caso, vencer essa doença.

NOVEMBRO AZUL

Surgiu na Austrália, em 2003, chamado Movember, aproveitando as comemorações do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, realizado no dia 17 de novembro.

No Brasil, o Novembro Azul foi criado pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, com o objetivo de quebrar o preconceito masculino de ir ao médico e, quando necessário, fazer o exame de toque. Em 2014, o Instituto realizou 2.200 ações em todo o Brasil, com a iluminação de pontos turísticos, como Cristo Redentor, Congresso Nacional, Teatro Amazonas, Monumento às Bandeiras, e contou com a adesão de celebridades, como Zico, Emerson Fittipaldi, Rubens Barrichello e outros, ativações em estádios de futebol, corridas de rua e autódromos, além de palestras informativas, intervenções em eventos populares e pedágios nas estradas.

WhatsApp
Enviar WhatsApp