IMC _ Instituto de Moléstias Cardiovasculares

Cadastre-se

Cadastre-se e receba as novidades

Twitter

Fique Sabendo

Síndrome das pernas inquietas

Mid_default

A síndrome das pernas inquietas é a mais comum das doenças do sono, dizem neurologistas.

A síndrome das pernas inquietas é a mais comum das doenças do sono, afetando cerca de 7% da população. Essa síndrome caracteriza-se principalmente por uma sensação desagradável nas pernas, nos ossos e, às vezes, como se fosse uma coceira ou friagem, choque, formigamento, e eventualmente dor.

Estes sintomas são acompanhados de uma sensação de angústia e uma forte necessidade de mover as pernas, ou ainda massageá-las, alongá-las ou mesmo espancá-las em algumas situações.

Os sintomas ocorrem principalmente na hora de se deitar, mas podem ocorrer em qualquer momento em que o indivíduo fica parado (sentado ou deitado), seja para descansar ou qualquer outra atividade que não exija movimentos.

Os sintomas da síndrome das pernas inquietas podem ser tão intensos que o paciente não consegue iniciar o sono. Alguns pacientes quando dormem apresentam abalos nas pernas (chutes) durante quase toda a noite.

Fonte:Associação Brasileira de Neurologia (2009).